Opostos.

terça-feira, 29 de janeiro de 2013


Estou com viagem marcada, seria apenas um beijo de despedida. Até você sorrir pra mim e seus olhos refletirem a luz das estrelas, era só um beijo, mas você roubou meu coração.
Esta garota de gelo aos poucos está se derretendo, estou confiando novamente nesse tal de amor. Mas agora estarei á 234 km longe de você, de seus abraços e desse seu cheiro que fica marcado em mim por semanas. Jurei nunca mais me apaixonar, mas você me obriga a quebrar às regras.
Somos tão opostos não é mesmo?
Eu me encontro atrás dos livros, sempre escrevendo e decorando poemas de Camões e Vinícius de Moraes.
Você, com essa sua energia infinita pelos esportes, e seu gosto estranho por algumas músicas. Os opostos se atraem agente é uma prova disto.
Pela primeira vez eu senti um sorriso incontrolável ao ver uma mensagem me chamando de amor, eu realmente acredito em você e em todo esse sentimento louco aqui dentro.

Lembra quando me pediu pra não ir embora? Eu jurei permanecer do seu lado mesmo com toda a distância, sei que não era esta a resposta que esperava... Mas eu sinceramente ficarei com meus pensamentos em você, porque você está com o meu coração agora. Segure-o firme e jure com todas as suas forças não desistir de mim, não desista de nós.

Sem você.

segunda-feira, 14 de janeiro de 2013

Ser solitária já se tornou comum para mim, mas hoje não. Hoje acordei disposta a encontrar um amor, alguém que me abrace pelo simples prazer de me sentir em seus braços. Alguém que me beije até me fazer sentir tonturas, é como se a necessidade de ser amada aumentasse a cada respiração, poderia me mandar flores, com o cartão mais clichê encontrado na floricultura, mas me ame e me faça te amar.
 Dance comigo por esta noite, me deixe envolvida com todo esse amor que possa existir entre duas pessoas,  alguém que faça cócegas e demonstre ciúme  mesmo que por apenas um  dia.
Não me deixe sozinha. É como se eu te sentisse sem nem ao menos existir, agora  estaríamos vendo minha série favorita na  TV e você estaria  rindo de todas as partes em que choro.
Mas estaria aqui, dizendo que me ama em meu ouvindo.
É um conto de amor incrível, mas apenas  um conto. Porque hoje você não está aqui,  afinal nunca esteve de verdade.








O mais puro sorriso.

terça-feira, 8 de janeiro de 2013



Eu a vi, ela é uma verdadeira rainha, nos abraçamos por longos e repetidos momentos até sentir uma gota de lágrima cair sob sua blusa. Foi o abraço mais verdadeiro que já dei em alguém.

Rimos por alguns minutos, contamos novidades e se distraímos em meio a um supermercado lotado. Até que, ela me diz com insegurança:

_Meu filho está aqui.

Foi como sentir, que era realmente apenas o filho dela. Não nosso amor, como era de costume...

Senti algo bater em minha perna, era ele. Com aquele sorriso maravilhoso, que me domina sem se quer fazer esforço algum.

Por um momento senti tudo parar, desde o tempo ao meu coração. Ele agora é só um menino com uma mãe maravilhosa, que toda garota sonharia em ter como sogra.

Não entendo até hoje, esse efeito louco que ele tem em mim, é como se eu sentisse meu oxigênio tão mais leve ao ter ele por perto.

Besteira! acabou.

Pelo menos, é o que meu sorriso tenta demonstrar, mas só eu sei que ele foi e sempre será o único que consegue me fazer rir, com coisas bobas e apelidos estranhos.

Ouvia a minha razão dizer, saia daí imediatamente. Mas meu coração suplicava pra continuar ali, quietinha.

Droga esqueci o que ia comprar!

Despeço-me logo para parecer feliz o suficiente para deixar o passado para trás.

Sai de lá com uma porção de chocolates porque sabia que depois daquele reencontro, só um chocolate me acalmaria.

Quem estou enganado?

Estou ouvindo aquela nossa música brega e antiga, quando você cantava junto com a letra que queria fugir comigo só pra ser o meu amorzinho, lembra?

Chocolates e música no fim é hora de abrir minha janela e deixar o sol entrar.

E fantasiar esse sorriso que carrego, porque o verdadeiro ainda é seu.

Amor de verão ♥

segunda-feira, 7 de janeiro de 2013



Moreno, estatura média e olhos cor de mel.
Foi ele que por algumas horas roubou meu coração, era tão incrível como nossos sorrisos surgiam juntos. Ele estava lá, não muito longe, mas não perto o suficiente para me aproximar.
Entre ondas, e corridas á beira mar ele me fazia suspirar como ninguém.
Meu estômago já me alertava sobre as borboletas a cada momento que nossos olhares se cruzavam. Foi ai que eu tive certeza, era ele que faria o meu verão brilhar.

Foi através das ondas que nos encaixávamos, era tudo tão maravilhoso. Nem se quer a chuva pode abafar a magia. Era como se agente se conhecesse a tanto tempo...

Ele era um verdadeiro príncipe que trocou seu cavalo por uma prancha, e entre manobras arriscadas eu sentia  certo fervor porque aquilo tudo, que só podia ser um sonho.
E quando a aproximação não tinha mais forças para ser adiada, já estávamos próximos o suficiente para aliviar todo desejo... Escuto meu nome ao fundo, só pude ouvir um a gente se encontra por ai. Eu senti o coração cortando ao meio assim como ele também demonstrou tal sentimento.

Passei dias, na mesma praia, no mesmo lugar e até no mesmo horário. Mas nada foi tão puro e verdadeiro como aquele único e inesquecível encontro.

Não sei seu nome, sua idade e muito menos seu endereço.

Mas sei que você foi o meu amor de verão. O meu amor com o sorriso mais lindo e verdadeiro do mundo.